Dicas

Dica 1: As tendências atuais do mercado de trabalho para ter emprego em 5 anos.

Confira os conselhos de Mônica Flores, presidente para a América Latina do ManpowerGroup, empresa líder mundial em contratação de pessoas

As intenções de contratação das empresas permanecem em um crescimento estável até o final do ano no país. É o que aponta a pesquisa do ManpowerGroup referente a expectativa de emprego no último trimestre de 2019.

“Apesar da tendência global de queda na atividade econômica, espera-se que a Reforma da Previdência seja aprovada, o que poderá impulsionar a aprovação das reformas tributárias e trabalhistas, criando um ambiente favorável para a retomada dos investimentos e do crescimento”, afirma Nilson Pereira, CEO do ManpowerGroup Brasil.

Dos empresários nacionais que participaram da análise, 70% sinalizaram que pretendem manter o quadro atual de profissionais no próximo trimestre, 18% planejam aumentar o ritmo de contratações e 10% indicam uma redução no quadro de funcionários. O levantamento contou com a participação de 59 mil empregadores de 44 países, sendo 850 brasileiros.

No entanto, um aumento no índice de contratações no país traz à tona questões relacionadas com o futuro do trabalho e as transformações digitais. Segundo reportagem de maio do jornal O Estado de S. Paulo, em setores específicos, como o da tecnologia da informação, cerca de metade dos 70.000 empregos que serão criados por ano até 2024 poderá não ser preenchida.

Para Mônica Flores, presidente para a América Latina do ManpowerGroup, estamos enfrentando um paradoxo. “Muitas pessoas estão à procura de emprego e não acham, ao mesmo tempo em que as empresas estão com dificuldades em encontrar o candidato adequado, no tempo, preço e produtividade certa”.


Esse cenário de dificuldades da empregabilidade no futuro é atribuído pela falta de adequação dos profissionais às novas necessidades do mercado.

“Fazer as mesmas coisas não nos colocará em um lugar diferente. Precisamos mudar, aprender e usar da tecnologia como uma oportunidade para desenvolvermos novas habilidades”, explica a presidente do grupo para a América Latina.

Notícia retirada do site: https://exame.abril.com.br/carreira/as-tendencias-atuais-do-mercado-de-trabalho-para-ter-emprego-em-5-anos/ 

Dica 2: Será que a rotina está prejudicando seu crescimento profissional?

Em sua coluna, Sofia Esteves, presidente do conselho do grupo Cia. de Talentos, fala sobre os riscos de viver no "modo automático"

Acordar cedo, trabalhar, torcer para o dia passar rápido, reclamar do trânsito, dar atenção à família (e às vezes não), se distrair com algo, reclamar por ter que acordar cedo no dia seguinte e então começar tudo de novo. Você conhece alguém assim?

Muitas pessoas me procuram e esperam de mim conselhos que possam mudar suas carreiras. Como falar com seus chefes em busca de aumentos ou promoções ou que posturas novas devem construir para serem reconhecidas em suas vidas profissionais.

Estamos vivendo uma crescente era da automatização no mercado de trabalho. A cada dia novos softwares e máquinas são criadas para otimizar o tempo de produção e produtividade nas empresas. Viajei recentemente para a China e posso assegurar que esse movimento realmente só tem a crescer e a acrescentar.

Porém, na era da automatização eu preciso te alertar sobre algo. Tudo pode ser automatizado, menos você. A criatividade, atitude, senso de coletivo e de liderança só podem ser construídos por nós, humanos.

Logo, se você busca por crescimento profissional a reclamação não pode se transformar em um hábito. É claro que reivindicações de melhorias e feedback positivos são e serão sempre muito necessários, mas essas atitudes são bem diferentes do que apenas reclamar e não fazer nada para que a realidade se transforme.

Saia do piloto automático!

É muito comum nos “acostumarmos” a nossa rotina e então deixar a vida passar, enquanto, claro, reclamamos do que não gostamos. Como isso pode ser construtivo, tanto a curto, como a longo prazo?

Que tal fazer uma lista com o que você não está de acordo com a sua vida profissional? E então, passar a construir novos caminhos?

Peça feedbacks aos seus gestores sobre o seu trabalho. Busque mentorias dentro ou fora da sua empresa para entender que novos cursos e posturas seus objetivos precisam que você execute, para então, de fato, chegar lá.

Se acostumar e se acomodar a uma rotina é um convite certo ao fracasso. Tudo muda, o tempo todo. As novas gerações de profissionais estão chegando ao mercado. Novos softwares, novas necessidades econômicas e sócio-políticas. Tudo está em constante transformação…mas e você?


Não se permita acreditar que já sabe o bastante ou que tudo bem, não adianta se esforçar, é tudo culpa da política e do sistema, você não vai conseguir. Transforme sua mentalidade em uma mentalidade de crescimento. Você é puro potencial e o mercado precisa de você em constante desenvolvimento.

Consuma os conteúdos certos. Abra mão das redes sociais e das webséries. Foque em conteúdos inovadores, que te inspirem a pensar, a refletir e a, principalmente, agir mais.

Para quebrar a rotina e sair do automático, que tal se convidar a experimentar novos movimentos toda a semana? Um jantar com aquele profissional que você admira, uma viagem de aventura no final de semana, um curso que você tem vontade mas que nunca se inscreve. Qualquer coisa que te tire do mais do mesmo e estimule sua criatividade e a sua capacidade de inovar a aprender.

Tenho certeza que em poucos meses sua forma de ver o mundo e de se colocar nele irá se transformar e dessa forma, sua vida profissional também.

Se você busca por mudanças, mude.

Boa jornada!

Notícia retirada do site: https://exame.abril.com.br/carreira/sera-que-a-rotina-esta-prejudicando-seu-crescimento-profissional/ 

Dica 3: Dicas para enfrentar desafios no trabalho.

1 – Quando alguém recebe um desafio, uma meta que precisa ser alcançada, ela é convidada a sair da chamada Zona de Conforto – responsável pela estagnação de talentos e podação do desenvolvimento humano.

2 – Ao ser convidado a participar ativamente de um trabalho desafiador, a pessoa observa que o seu potencial pode ir muito mais além do que ela mesma imagina e com isso, busca novos horizontes tanto pessoais quanto profissionais.

3 – Um desafio, quando bem confiado à pessoa certa, faz com que o profissional sinta-se valorizado pela organização. Afinal, o colaborador verá na prática que ele contribui para o crescimento e o sucesso do negócio.

4 – Ter a responsabilidade de desenvolver um trabalho desafiador significa que a empresa e o gestor confiam na capacidade do profissional. Isso estimula a motivação e aumenta a autoconfiança do indivíduo em si mesmo.

5 – Quem recebe um desafio no trabalho não deve considerá-lo como um obstáculo, mas sim como uma oportunidade de desenvolvimento. A partir dessa visão, o profissional tem a chance de desenvolver novas competências e aprimorar as que já “domina”.

6 – O profissional que se vê diante de um desafio desenvolve a capacidade de superação. Quando isso ocorre, passa a se auto-avaliar antes mesmo que alguém o faça.

7 – Nada como colocar em prática o que foi “ensinado”. Quem coloca o conhecimento que adquiriu, ao receber uma nova atividade desafiadora torna-se mais competitivo e mais maduro para enfrentar e superar possíveis problemas que surjam no caminho.

8 – Receber um desafio é ter a chance de mostrar o seu talento, sua capacidade de adaptação às mudanças. E ao concluir o trabalho, o profissional pode ter aberto as portas para o reconhecimento e, consequentemente, até mesmo ser cogitado para uma ascensão na empresa em que atua.

9 – Quando se supera um desafio, o profissional está preparado para enfrentar outras situações inesperadas porque evoluiu. Com o amadurecimento, a pessoa abre um novo leque para o desenvolvimento da carreira, além de aumentar a própria empregabilidade em um mercado cada vez mais competitivo.

10 – Caso o desafio seja dado a uma equipe, esse é um ótimo momento para estreitar relacionamento com seus pares, fortalecer a integração com os demais e estimular a troca de conhecimento. Isso porque, se alguém aprende com sua experiência a recíproca também é verdadeira.

Fonte: RH.com.br

Link: https://www.rh.com.br/Portal/Desempenho/Dicas/6697/10-motivos-para-enfrentar-os-desafios-no-trabalho.html